Previous Next

CISTO ABDOMINAL NO FETO

A Vital Diagnóstico por Imagem identificou através de um dos seus médicos, no exame de morfológico fetal do segundo trimestre, uma imagem cística volumosa na cavidade abdominal do feto do sexo feminino, no serviço de Bioimagem do Hospital São Matheus em Feira de Santana.



As imagens císticas intra-abdominais no feto têm como diagnósticos diferenciais as patologias dos rins, intestinais obstrutivas, cistos de ovário (em fetos femininos), duplicidades intestinais, cistos mesentéricos. Pode não ser possível fazer um diagnóstico pré-natal preciso. A forma, tamanho, caracteres e posição das lesões geralmente sugerem o diagnóstico mais provável. A relação com os órgãos adjacentes e normalidade dos outros órgãos também ajudam a chegar a um diagnóstico. (Rajesh Agarwal,1999).

Na presença de imagem cística em abdome fetal é importante avaliar a localização e orientação do cisto, a relação com outros órgãos, tamanho e formato da imagem, sexo fetal, paredes e conteúdo do cisto e a evolução da imagem durante a gestação.

As lesões císticas abdominais fetais são achados comuns no acompanhamento pré-natal de rotina e na sua grande maioria são do tipo benigno e muitos casos podem regredir durante a gestação ou nos primeiros meses de vida. Sendo assim a conduta é conservadora e depende do tamanho de massa, sintomas e presença de complicações. É muito importante o acompanhamento ecográfico seriado durante toda a gestação e o pós-natal, onde será avaliado com outros tipos de exames de imagem, caso seja necessário, que podem incluir raios X, tomografia computadorizada, ressonância magnética ou um estudo de contraste.